Desculpem-me a falta de visitas aos seus espaços e as ausências de respostas aos comentários.

Em breve, me organizo, e fico mais livre para a nossa convivência!

 

Instante

 

 

acaricio teu rosto

com mãos de cuidado

retribuindo de leve

meu amor saciado.

Dora Vilela



 Escrito por Dora Vilela �s 20h49 [   ] [ envie esta mensagem ]




Coisas vistas

 

a  nau singra as ondas

partida do cais

o olho nu a vê

e a desvê no horizonte curvo

 

ela persiste, entanto,

no motor que estrondeia no ouvido

mas, que rumo a leva?

foi a pique ou prossegue?

 

permanece a interrogar

 

as coisas já vistas

são como a nau que se vai

 

as coisas já vistas

fixam-se em nosso manual

e mesmo mortas ou desaparecidas

 

as coisas já vistas

nunca fazem ponto final.

Dora Vilela



 Escrito por Dora Vilela �s 09h17 [   ] [ envie esta mensagem ]




 

Convalescente

 

 

 

e vou vivendo,

além do caminho,

malgrado os tropeços,

além das feridas

 

escolho jeitosa

os paliativos, as muletas,

as compressas

 

vou simulando a recuperação

aqui, uma canção

acolá, um poeta

 

de cancioneiros e poesia

de sonho e utopia,

forrei o solo, ergui o telhado,

preenchi as paredes

 

cm cautela, deslizo meus chinelos

na surdina, afino meu piano

prá não espantar os fantasmas,

prá não despertar a dor.

 

E, com mão trêmula ainda,

rego as flores do meu jardim.

Dora Vilela



 Escrito por Dora Vilela �s 22h32 [   ] [ envie esta mensagem ]




Amorosa

 

abreviei o instante

que parecia longo

levando o tédio

para o aconchego

do teu assédio.

Dora Vilela



 Escrito por Dora Vilela �s 22h39 [   ] [ envie esta mensagem ]




Blogagem Coletiva: Xô Sarney

 

 

“Envolvido no mais recente escândalo do Senado, José Sarney (PMDB-AP) luta para se manter na presidência da Casa”:

 

E está conseguindo. Livrou-se de todas as acusações que lhe eram atribuídas, com o apoio do PMDB e do Presidente do Conselho de Ética, senador Paulo Duque. Todos os pedidos de abertura de processo contra Sarney foram arquivados, com base no argumento de que as acusações eram baseadas em reportagens de jornal ( como se o jornal não inquirisse  fontes confiáveis para levantar as acusações).

Ou seja, quando se quer inocentar um culpado “peixe-grande”, há mil formas de falseamento que podem ser empregadas.

Todos os brasileiros conscientes da corrupção que permeia o governo Sarney, há anos, receberam essa notícia do arquivamento e se sentiram lesados nas suas mais profundas convicções e afrontados nos seus valores mais arraigados.

Sabe-se que o Maranhão “pertence” à família Sarney, que é milionária, enquanto o estado do Maranhão perfila no ranking dos mais pobres e atrasados do Brasil.

A revolta que cresce no coração dos brasileiros recrudesceu com mais essa impunidade, dessa vez a um arcaico político, um “coronel”, já que no momento se esperava uma resposta exemplar do Senado.

Há que se formar um crescente movimento de repúdio, já e agora, o quanto antes, para se tentar corrigir essa ignominiosa ocorrência a que assistimos impávidos e incrédulos.

O povo que se uniu no “impeachment” do Collor, outro corrupto semelhante, precisa pintar a cara e sair às ruas.

A nação brasileira está sendo ofendida em seus brios, durante esse tempo todo, em que os vergonhosos atos de Sarney, enxergados à luz do dia, continuam sem punição.

É forçoso concluir que o Senado, que não se dispôs a penalizar o “coronel”, com esse recuo diante de acusações tão evidentes, possui nos bastidores todos os Membros contaminados pelos mesmos atos. Todos eles têm seus telhados de vidro.

Sabemos que “o buraco é mais embaixo”. E que toda a “performance” do Conselho de Ética foi uma farsa para o povo assistir na TV.

A indignação contra esse estado de coisas precisa aumentar e derrubar as barreiras contra o comodismo com que se engolem os crimes de “lesa-pátria” perpetuados dia-a-dia por políticos de todos os escalões.

O caso Sarney tem que ser entendido como uma gota d´ água e exceder os limites da tolerância do povo brasileiro.

A exortação é para um levante de bandeiras a favor da expulsão de Sarney do cargo e até sua cassação ad eternum como político dos quadros do Governo brasileiro.

Dora Vilela



 Escrito por Dora Vilela �s 15h01 [   ] [ envie esta mensagem ]







 
 
Outros Textos:
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/05/2009 a 31/05/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/11/2008 a 30/11/2008
  01/10/2008 a 31/10/2008
  01/09/2008 a 30/09/2008
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/03/2008 a 31/03/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005
  01/01/2005 a 31/01/2005


Links:
  uol
  Adélia
  Ádina
  Ana Lúcia
  Ana poeta
  Aninha
  Beti
  Clarice
  Claudinha
  Cris
  Crys
  Dauri
  Diovvani
  Elza
  Ery
  Fabrício Carpinejar
  Francisco Dantas
  Francisco Sobreira
  Grace
  Jacinta
  Jens
  Jota
  
  Lino
  Lívia
  Luma
  Manoel
  Márcia Clarinha
  Maria Augusta
  Marco
  Miguel
  Mônica M.
  Nora
  Pedro Pan
  Renato
  Saramar
  Tânia
  Yvonne
  Wilson
  Zeca
  Shi
  Boca
  Bisbilhoteira
  DO
  Soninha
  Fernanda
  Cecília
  Bia
  Adelaide
  Eurico
  Bosco
  Mai
  Élcio
  Joice
  Dácio(novo)
  Ilaine
  Edilson
  Euza
  Sandra
  tb
  Moacy
  Simone
  Amarísio


VOTA��O
 D� uma nota para meu blog!







O que � isto?